Quem salvará nossas crianças? – Merenda escolar de qualidade, onde está?

É com muita tristeza que realizo esta postagem, pois diante de tamanha injustiça é impossível não se indignar.

Não bastassem os desmandos observados com frequência em todos os setores públicos do município, por este total desgoverno, encabeçado por Carroça  e toda sua equipe de comandados  incompetentes. A Educação que deveria ser tratada como prioridade, sobretudo nas séries iniciais, fase onde simultaneamente acontece o processo de desenvolvimento da criança, tanto física, quanto mentalmente, em que o corpo e a mente necessitam de uma alimentação balanceada e de um cardápio programado com vistas a atender a todas as necessidades nutricionais dos pequenos, está sendo relegada a ultimo plano!

Em seu plano de governo e em campanha política, a promessa da gestão do prefeito Carroça era de uma merenda escolar de qualidade, veja:

13775513_1116172561782477_829614731821022767_n

Infelizmente não é o que se tem visto acontecer! Uma intragável e odiosa merenda escolar, vem sendo servida nas mesas dos refeitórios das escolas e creches municipais para os alunos desde o início de sua gestão. Composta apenas por poucos ingredientes e sem o balanceamento nutritivo necessário, sem carne, verdura, legumes, frutas etc.

Vejam o desabafo de uma professora da rede de ensino do município:

Título: OLHE O LANCHE …..VEGONHA….
Subtítulo: DIA DA PROVA DA OBMEP

“Em 1948, com a aprovação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, dentre outras aquisições, consolidou-se o direito de viver livre da fome e da desnutrição. Com o acordo dos direitos da criança, em 1989, reafirmou-se, no Brasil, esse direito, intensificando a preocupação com a alimentação apropriada servida nas escolas oficiais.

O programa da Alimentação Escolar foi criado em 1954 pelo MEC conforme Artigos 205 e 208, inciso VII, Constituição Federal de 1988, no final do Governo Vargas.
Cada alimentação deve oportunizar 350 calorias e 9 gramas de proteínas, perfazendo 15% das necessidades diárias de proteínas aos educandos. Portanto com a aquisição dos produtos torna-se viável a elaboração dos cardápios, que é feita pelos Estados e Municípios.

Hoje o que me indignou é que ocorreu em todo o País a Prova da OBMEP
E depois de 2 horas e 40.minutos concentrados gastando as poucas energias respondendo a prova ,alguns alunos desmaiando de fome onde por varias vezes me pediram SOLUÇÃO e eu dentro da impotência de não poder resolver o problema dei apenas apoio e com todo carinho pedir um pouco de paciência e deu pra concluir a prova.

Acontece que as sair da sala os alunos famintos foram surpreendidos com o lanche mais repetido da escola 4 BISCOITOS DE PÉSSIMA QUALIDADE REGADO A UM SUCO COM SABOR NÃO BEM IDENTIFICADO POIS ERA MAIS ÁGUA DA EMBASA QUE A PRÓPRIA POLPA.

Me perguntei: quais seriam as calorias ali existentes no lanche?
Qual seria o cardápio desse dia?

Fui até a cantina e procurei o cardápio…. E tive uma resposta.
O CARDÁPIO DA SEMANA NÃO VEIO AINDA…. ESTAMOS SENDO ORIENTADAS POR MENSAGEM WHATSAPP.

Ai de volta pra sala de aula perguntei como estava o lanche?
Segue Fala dos alunos:
– Pão queimado dormido com 4 rodelas de salsicha seco sem suco foi o lanche de segunda ….ontem
– Constantemente mingau de maizena, só sem mais nada.
– Vez ou outra muito difícil pro…. arroz com frango um pedacinho do tamanho do meu dedo indicador.
– Agua com Nescau e 3 ou 4 biscoitos mole morfo..

Aí eu pergunto aos responsáveis pela Educação:  cade a mudança prometida?
Vocês não se constrangem em oferecer uma merenda pobre em tudo e de péssima qualidade?

Vocês acham certo oferecer ao aluno que sai de casa 5 horas da manhã e esperam até 9:30 pra lanchar isso? merenda segundo os seus Conceitos.

Porque não respeitam pelo menos os alunos e não oferecem merenda digna de gente?
Quem de vocês em plana hora do lanche nas repartições públicas servem mingau de maizena com 80% de água e 20% de leite?

Quem de vocês servem aí nos seus gabinetes pão dormido da sexta a segunda com água?
Pense em que educação estamos oferecendo e que profissionais teremos diante dessas falhas.

Tenha empatia pelo menos com os alunos…
Experimentem vocês gestores da educação esses lanches ….

Sei bem que o ser humano só oferece aquilo que possui… E que o poder tira a razão…. a emoção .
Mas lembrem-se … ISSO AI PASSA VIU?”

Publicado em 21 de maio de 2019
Por: Edilene Cerqueira,

Professora da rede de ensino municipal, que diga-se de passagem, não é, nem foi oposição, e que merece os Parabéns pela atitude e coragem de expor a realidade e reivindicar o direito desses pequeninos, enquanto outros, preferem calar, pois o que lhes importa é continuar recebendo suas gratificações e seus salários, omitindo a realidade dos fatos.

Pois bem…

Após esse desabafo realizado pela professora em seu perfil do facebook, resolvi buscar algumas informações para um melhor esclarecimento à população, para que se possa compreender a gravidade da situação, que vai muito além da má alimentação de nossas crianças.

O programa de alimentação citado acima pela professora, chama-se PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar, e oferece alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes de todas as etapas da educação básica pública.

Desde o início da gestão do prefeito carroça, foram realizadas diversas licitações tendo como objeto a aquisição de alimentos dos mais variados, inclusive R$ R$19.450,00 (Dezenove mil quatrocentos e cinquenta reais) para compra de 3 itens, incluindo graviola (haja graviola para fazer suco) pagos com recurso do PENAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar, mas que até hoje não se provou que o fornecedor é um agricultor familiar, já que este recurso deve ser utilizado na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar. Essas licitações, se somadas, teríamos quase 3 milhões, somente em alimentos, R$ 300.000,00 daqui, 250.000,00 dalí e por ai vai, mas… esses alimentos, ao que tudo indica, não chegaram até as escolas.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE é o órgão responsável pela execução da maioria das ações e programas da Educação Básica do nosso País, como a alimentação e o transporte escolar.

No ano de 2017 a prefeitura recebeu de repasse do FNDE, R$ 2.909.941,85 (Dois milhões novecentos e nove mil novecentos e quarenta e um reais e oitenta e cinco centavos).

No ano de 2018 a prefeitura recebeu de repasse do FNDE, R$ 3.046.369,04 (Três milhões quarenta e seis mil trezentos e sessenta e nove reais e quatro centavos).

Em 2019, até o presente momento, 21 de maio do corrente mês, a prefeitura já recebeu de repasse do FNDE, R$ 841.578,72 (Oitocentos e quarenta e um mil quinhentos e setenta e oito reais  e setenta e dois centavos).

Só para alimentação escolar temos até o exato momento, R$ 2.504.922,00 (Dois milhões quinhentos e quatro mil novecentos e vinte e dois reais) de um total de R$ 6.797.889,61 (Seis milhões setecentos e noventa e sete mil oitocentos e oitenta e nove reais e sessenta e um centavos).

As consultas poderão ser realizadas clicando AQUI – CNPJ 15.088.800/0001-83

“A gestão, quando é bem feita, consegue multiplicar os recursos, mas quando não é bem feita, vai haver carência”. – Oscar Maximiano, diretor regional do TCE

É importante observar que o cardápio escolar deve ser elaborado por nutricionista, respeitando os hábitos alimentares locais e culturais, atendendo as necessidades nutricionais específicas, conforme percentuais mínimos estabelecidos no artigo 14 da Resolução nº 26/2013.

Dentre outros fatos, estes nos mostra a dura realidade da educação no município de Rio Real. São fragmentos da incompetência de gestão, agravada pela omissão do Poder Executivo, Legislativo e principalmente da impunidade.

Em face do exposto, são várias as perguntas que certamente ficarão sem respostas e que você deve estar se fazendo neste exato momento.

Tirem suas próprias conclusões!

 

Prefeitura Municipal de Rio Real

Repetindo erros na mesma história!
Com desonestidade o trabalho não aparece e a cidade não cresce!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: